Jorge Emílio é reeleito presidente do Sindipol/ES em primeiro turno com 54,18% dos votos

O investigador Jorge Emílio Leal foi reeleito para o segundo mandato à frente do Sindicato dos Servidores Policiais Civis do Estado do Espírito Santo. Com 54,18% dos votos válidos, a ‘Chapa 1 - Unidos Somos Fortes’  venceu em primeiro turno a eleição do Sindipol/ES. Na apuração que se encerrou por volta da 1 hora da madrugada desta quinta-feira (16/07), Jorge Emílio e seus liderados conquistaram 828 votos contra 552 votos da Chapa 3 e 148 votos da Chapa 2.

As Chapas 2 e 3 foram encabeçadas, respectivamente, por Paulo Asaf e Gilmar Ferrari. Logo após o anúncio da vitória, Jorge Emílio fez as primeiras manifestações. Como era aguardado, agradeceu o apoio maciço que teve dos filiados do Sindipol:  “Primeiramente queria agradecer a todos os policiais civis que acreditaram no nosso trabalho a frente do Sindipol. Isso é motivo de orgulho pra gente, pois mostra que fizemos um bom trabalho nesses últimos três anos. Agora é mirar no futuro e não esquecer do passado”, disse o presidente reeleito.

Maior expressão política da categoria, deputado Euclério Sampaio enaltece a gratidão dos colegas policiais

Uma das maiores expressões de liderança entre toda a categoria de policiais civis – delegados, escrivães, investigadores, médicos-legistas, peritos criminais e papiloscopistas, agentes de Polícia, auxiliares de perícia e outros servidores –, o presidente da Comissão de Segurança Pública e Crime Organizado da Assembleia Legislativa, deputado Euclério Sampaio (PDT), também se manifestou em sua página no faceboock:

Inicialmente, citou uma frase do escritor inglês William Shakespare, para mostrar a importância da gratidão entre as pessoas: "A gratidão é o único tesouro dos humildes. Hoje venho agradecer a todos os companheiros da PC que confiaram e deram à CHAPA 1 à Vitória no primeiro turno. Agora o momento é de união de todos em prol da PC e do Povo do nosso Estado. Bom dia a todos e que seja mais um dia muito abençoado.”

Euclério Sampaio apoiou a Chapa 1 e esteve na Chefatura na terça-feira (14/07) para votar. Ao chegar, foi ovacionado e teve seu nome gritado por centenas de policiais.

A votação ocorreu na terça e quarta-feira desta semana. Às 19 horas de quarta-feira (15/07) se deu início à apuração, no auditória da Chefatura de Polícia Civil, na Reta da Penha, em Vitória. Desde o início da apuração, a Chapa 1 se manteve na frente. Foi muito bem votada em praticamente em todas as 14 urnas que foram espalhadas no Estado. A maior diferença foi na urna da Grande Vitória, que ficou na Chefatura de Polícia.

Para o presidente da Comissão Eleitoral, Marco Antonio Santos, o Marquinhos, a votação e a apuração aconteceram de forma ordeira e tranquila. “Queria agradecer a todos os voluntários que se dedicaram para que essa eleição acontecesse. Tudo aconteceu de forma transparente e clara com a fiscalização de todas as chapas participantes.”

Candidato à reeleição, Jorge Emílio Leal foi reeleito ao cargo que ele conduziu por três anos. Garantiu que a diretoria já planeja o futuro da categoria: “Vamos mirar no futuro e não esquecer o passado. Vamos terminar os nossos projetos que estão em andamento, avançar nas causas que são tão importantes para os policiais civis e se dedicar ainda mais aos aposentados e pensionistas. A nossa gestão priorizou o aposentado e resgatou a sua importância”, garantiu o líder da maior entidade de classe dos policiais civis capixabas.

Mantendo a humildade, Jorge Emílio também agradeceu os concorrentes que fizeram um processo eleitoral respeitoso e tranqüilo:

“Queria parabenizar as Chapas adversárias por terem contribuído com o processo eleitoral democrático. A participação de várias Chapas enriquece a disputa e legitima ainda mais a importância de termos um sindicato forte. Graças a Deus, enterramos, de uma vez por todas, essa ideia de dividir a categoria com outros sindicatos. As experiências que aconteceram no Brasil mostram que isso não dá certo.”

Com a renovação do mandato a Chapa 1 promete ter como meta principal a defesa do policial no que tange aos seus direitos, garantias e prerrogativas. "Não mediremos esforços para buscar a valorização e reconhecimento da importância do profissional de segurança pública para a instituição, Estado e a sociedade", disse Jorge Emílio.

Movimentação grande nos locais de votação

A movimentação foi grande nos locais onde estavam as urnas da eleição da diretoria do Sindipol/ES para o quadriênio 2015/2019. Os filiados puderam escolher entre três chapas. Catorze urnas foram espalhadas nas regionais Norte, Sul e Grande Vitória. Além de uma urna itinerante que recebeu os votos dos policiais recolhidos na Delegacia de Novo México, em Vila Velha.

A urna de maior movimento foi a da Chefatura de Polícia, no Bairro Santa Luzia, em Vitória. No primeiro dia de votação, na terça-feira (14), mais 750 filiados compareceram para registrar o voto.

Exemplo de cidadania

A investigadora aposentada Zalda Machado Vieira, de 89 anos, era só alegria quando chegou para votar na Chefatura de Polícia em Vitória. Mesmo com dificuldade de locomoção, ela fez questão de cumprimentar e beijar o máximo de colegas possível. Muito simpática e com um largo sorriso no rosto, ela se encaminhou à urna. Para ela, a idade não é problema nenhum pra votar. “Eu sempre votei e vou votar até quando Deus quiser”, afirmou a policial aposentada.

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger