SUMIRAM DOCUMENTOS E CARRO E ANTIGA DIRETORIA DEIXOU FILIADOS ATÉ SEM O PLANO DE SAÚDE, DENUNCIA ARAÚJO: Comissão Governativa assume comando do Sindaspe e encontra apenas R$ 12,02 em dinheiro

Ao tomar posse no dia 15 deste mês para administrar o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Estado do Espírito Santo (Sindaspes), a Comissão Governativa tomou um susto: encontrou apenas R$ 12,02 na conta corrente em nome da entidade em uma agência do Banestes. Pior: nada na conta corrente da Caixa Econômica Federal.  A informação é do presidente da ‘Comissão’,  Sóstenes Araújo, que se viu obrigado a registrar um Boletim de Ocorrência na Polícia Civil.

A Comissão Governativa foi eleita numa Assembleia Geral Extraordinária realizada no dia 5 deste mês. A ‘Comissão’ foi criada por ordem da Justiça, porque a antiga diretoria, liderada pelo ex-presidente Antônio Carlos Vilela, se recusava a realizar eleições gerais e insistia em permanecer no poder, mesmo após o fim do mandato.

Eleita, a Comissão Governativa é formada pelos  seguintes dirigentes: Araújo (Presidente), Fidel Borguinon Brazolino (Vice-Presidente), Marcelo Eto (1º Secretário), Rhuan Karllo Alves Fernandes (Tesoureiro), Íkaro Jacobosque (Diretor Jurídico), Itamar Gomes Werneck (1º Suplente) e Márcio José de Oliveira (2º Suplente).

O presidente da ‘Comissão’, Sóstesne Araújo, fez para o Blog do Elimar Côrtes um balanço do que encontrou (ou, não encontrou) no Sindaspes:

“Ao entrarmos no Sindicato, relacionamos todo o patrimônio e anexamos ao Boletim de Ocorrência com as seguintes ressalvas: não foram localizadas documentações referentes a notas fiscais, recibos financeiros, cheques, contratos vigentes, balanço patrimonial ou financeiro, nem qualquer outro tipo de documentação ou comprovante de atuação financeira, fiscal ou sindical. Encontramos todos os computadores, com exceção dos usados pelo Jurídico, formatados e sem nenhum arquivo ou documentos.”

Prossegue Araújo: “Até o presente momento, a ex- diretoria não nos informou quem é o contador responsável pela Contabilidade do Sindicato, o que nos obrigou a ir ao CRC (Conselho Regional de Contabilidade) de posse do CNPJ e levantar os dados do contador cadastrado. Ocorre que, ao nos dirigirmos ao endereço fornecido, constatamos que há muito tempo não existe nenhum escritório de Contabilidade no local, e que nenhum dos telefones do contador fornecidos pelo CRC atende. Precisamos saber quais contratos ativos e seus respectivos valores, como, aluguel, contador, pagamento a fornecedores, prestadores de serviços, etc.”

A via-crucis de Araújo e seus colegas de diretoria é difícil: “Além de assumirmos o Sindicato sem dinheiro, no decorrer de alguns dias fomos tomando conhecimento de diversas dívidas. Segundo informações do Departamento Jurídico e ofício dirigido à Presidência da Comissão Governativa, o Sindicato tem três meses de atraso contratual: o valor mensal do contrato é de R$ 12 mil reais”, diz Araújo.

Segundo ele, filiados do Sindicato ligaram para membros da ‘Comissão’ informando que estavam com problemas em relação aos convênios dos Planos de Saúde e Odontológico.

“Por isso, entramos em contato com o Plano de Saúde São Bernardo e com o Plano Odontológico Oral B. Constatamos que a diretoria passada do Sindicato recebeu os valores dos filiados, por meio do sistema Econsig, e não repassou para as empresas, ocasionando a suspensão dos serviços”, acrescentou Araújo.

Segundo ele, a dívida com o São Bernardo Saúde é de R$ 3.345,67. Devido ao atraso no pagamento, a empresa suspendeu o plano de saúde para os associados do Sindaspes. A dívida com o Plano Odontológico é de R$  3.697,58 e este plano também foi suspenso pela Oral B.  “Encontramos também um boleto de R$ 942,85 referente a combustível no Posto Oceano, Maruípe”, pontua Araújo.

De acordo com ele, há ainda a homologação da demissão de dois funcionários que trabalhavam durante vários anos no setor administrativo do Sindaspes: “Assim que assumimos fomos surpreendidos pelos funcionários, com o  documento de aviso prévio que se iniciou em 23 de dezembro de 2015, terminando no dia 13 de janeiro, e o exame demissional em mãos”, completou o presidente da Comissão Governativa.

Segundo Sóstenes Araújo, a antiga diretoria, comandada pelo ex-presidente Vilela, “se recusou a nos passar todas as senhas – bancos, site, etc. Só conseguimos trocar as senhas diretamente com as instituições financeiras e empresas, depois de muita dificuldade”.

Araújo descreve mais: “Um dos carros do Sindaspes não foi entregue à atual diretoria. Os ex-diretores se recusam a entregar. Fica um jogando pra cima do outro. Não sabemos com quem o carro se encontra. Fato que levou a Comissão Governativa a fazer uma queixa diretamente na Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos da Polícia Civil. O veículo é o Logan HI- Flex 1.6 4P ano 2013, placa ODS-9951.”

Ainda de acordo com Araújo, “tem um cofre dentro da sala do ex-tesoureiro que se encontra trancado com chave e senha. No primeiro dia de posse, trocamos todas as chaves do Sindicato”.

O presidente da Comissão Governativa do Sindaspes, Sóstenes Araújo, desabafa:  “Como pagar todas as contas com apenas R$ 12,02 no banco?”

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger