Diretoria do Sindipol, lideranças comunitárias, empresariais e políticas prestigiam posse do novo comandante da PM de Guarapari

A Diretoria do Sindicato dos Servidores Policiais Civis do Estado do Espírito Santo (Sindipol), lideranças comunitárias, religiosas, políticas e empresariais prestigiaram, na manhã desta sexta-feira (26/02), a posse do novo comandante do 10º Batalhão da Polícia Militar (Guarapari), tenente-coronel Ronaldo Mutz.

Pela diretoria do Sindipol, estiveram presentes o presidente da entidade, Jorge Emílio Leal; o diretor Jurídico e de Estratégia Sindical o delegado de Polícia Marcos Aurélio Ferreira Oliveira; e o associado Jânio Jacinto Araújo, que é investigador aposentado e atua agora como advogado. A chefe da 5ª Delegacia Metropolitana Regional de Guarapari, delegada Maria da Glória Pessotti, também acompanhou a cerimônia de posse. O tenente-coronel Ronaldo Mutz assumiu o lugar do tenente-coronel Rogério Maciel Barcellos.

O presidente do Sindipol, Jorge Emílio, elogiou a conduta e o profissionalismo do novo comandante da PM em Guarapari, com quem trabalhou no 1º Pelotão da Companhia de Choque do Batalhão de Missões Especiais da PM:

“O coronel Mutz foi comandante meu e do doutor Marcos Aurélio, na Tropa de Choque do BME, quando éramos militares e antes de entrarmos na Polícia Civil. Sempre foi um oficial competente e sério, compromissado com a instituição e com a sociedade capixaba, a quem jurou defender. Também sempre tratou seus comandados com humanidade, exigindo de todos o mesmo grau de profissionalismo e respeito à disciplina e hierarquia. Com certeza, a população de Guarapari vai gostar de ter o coronel Ronaldo Mutz comandando o Batalhão aqui da Cidade Saúde”, comentou o presidente do Sindipol, Jorge Emílio.

A passagem de comando aconteceu no SESC de Guarapari, no bairro Muquiçaba. Após oito meses sob o comando do tenente-coronel Rogério Maciel Barcellos, o Batalhão responsável pelo policiamento no município de Guarapari tem como novo comandante o tenente-coronel Ronaldo Mutz.

Participaram do evento o subcomandante-geral da PM, coronel Ilton Borges Correia, o comandante do Policiamento Ostensivo Metropolitano, coronel Laércio de Oliveira; secretário Municipal representando o prefeito Orly Gomes, Danilo Bastos; comandante da Escola de Aprendizes de Marinheiros do Espírito Santo (EAMES), capitão-de-fragata Sílvio Fernando; representando o Comando Geral do Corpo de Bombeiros, coronel Felix Gomes Martins; representando a Câmara de Vereadores, vereador Gedson Merisio; representando a Liderança Comunitária, Denizart, da Associação de Moradores do Bairro Santa Mônica.

Em seu discurso, o tenente-coronel Rogério Maciel Barcellos destacou que ao assumir o comando sabia que poderia ser submetido a críticas e elogios, e que não poderia abandonar suas convicções. Por isso, sempre contou com o apoio da família, “que é meu grande alicerce, e pude implementar ações planejadas com meu staff e executá-las em conjunto com toda a tropa para que pudéssemos colher os bons frutos que hoje colhemos.”

Sobre os objetivos traçados, o tenente-coronel Rogério Maciel Barcellos informou sobre a atuação contínua na prevenção com o Grupo de Apoio Operacional, a Patrulha da Comunidade, a Patrulha Rural, as Patrulhas Interativas e de Ocorrência, a Patrulha Escolar e o PROERD (Programa Educacional de Resistência as Drogas), no qual, somente neste ano, foram formadas 1300 crianças do 5º ano da rede municipal de ensino.

Histórico:

Em 13 de junho de 1996, o Presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Espírito Santo promulgou a Lei nº. 5.231, autorizando o Poder Executivo a criar um Batalhão no município de Guarapari. Coincidentemente, após exatos cinco anos, em 13 de junho de 2001, foi inaugurado o 10º Batalhão da Polícia Militar do Espírito Santo.

Concernente à Segurança Pública, Guarapari passou a ter um Destacamento Policial Militar a partir de 1972 e, devido ao crescimento populacional e turístico, no dia 13 de dezembro de 1982, foi transformado em Companhia, a 3ª Cia do 4º Batalhão, este sediado em Vila Velha.

Em face da constante evolução e necessidade contextual, surge em substituição à 3ª Companhia do 4º BPM, a 1ª Companhia Independente da PMES em função do Decreto-Lei nº. 3.317-N, de 24 de fevereiro de 1992.

O reconhecimento da importância da criação de um Batalhão em Guarapari ocorreu através do Decreto nº. 728-R, de 31 de maio de 2001. Assim, a 1ª Companhia Independente da PMES passou a ser o 10º Batalhão da Polícia Militar, cuja área de articulação englobava os municípios de Guarapari, Anchieta, Piúma e Alfredo Chaves. O município de Iconha foi incorporado à área de abrangência do 10º BPM no ano de 2005. Com a criação da 10ª Companhia Independente, a área de articulação do 10º BPM passou a ser exclusivamente o município de Guarapari.

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger