Delegados federais anunciam dois dias de paralisação e ameaçam iniciar greve geral no início dos Jogos Olímpicos por falta de reajuste salarial

A duas semanas da abertura dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, o governo federal tem mais um grave problema para resolver: inconformados com o silêncio da União a respeito do reajuste salarial para a categoria, os delegados federais anunciam uma paralisação de dois dias ainda neste mês e ameaçam deflagrar uma greve a partir de agosto, mês dos Jogos Olímpicos.

A Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal publicou edital em que convoca os
diretores Regionais da ADPF para que realizem Assembleias Regionais nas respectivas unidades, no dia 18 de julho de 2016 (segunda-feira), em horário e local a ser definidos pelos dirigentes locais, para debater e deliberar sobre:

a) Declaração imediata de indicativo de greve;

b) Um dia de paralisação na semana de 25 a 29 de Julho;

c) Declaração de greve geral a partir de 01 de Agosto, por prazo indeterminado;

d) Apresentação dos Requerimentos de Exoneração de Chefias, no dia 01 de Agosto - conforme modelo em anexo.

II – As ATAS deverão ser encaminhadas à Presidência até às 19 horas do dia 19 de julho, exclusivamente pelo email: presidencia@adpf.org.br.

Ao convocar as assembleias, o presidente da ADPF, Carlos Eduardo Sobral, explica que que até o  momento o governo federal não cumpriu o Termo de Acordo 006/2016 firmado com a ADPF ao não encaminhar ao Congresso Nacional o Projeto de Lei para o reajuste salarial dos Delegados de Polícia. Afirma ainda que “o governo não comunicou que o Acordo firmado será fielmente cumprido”.

Por isso, a entidade está manifestando a vontade de adoção de medidas mais incisivas para que o acordo seja cumprido. Salienta que, por não ter havido declaração política do governo federal sobre o pleito da categoria, “os delegados federais estão insatisfeitos com a atual situação e por isso diversos Diretores Regionais e mais de 160 associados da ADPF solicitaram a realização de Assembleias para discutir a realização de atos públicos, paralisações e, até mesmo, greve se o governo não encaminhar imediatamente o Projeto de Lei de reajuste salarial dos Delegados de Polícia Federal”.

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger