Gilsinho Lopes posa ao lado de dirigentes de classe dos policiais civis e ouve explicação sobre ‘Cartilha de Orientações no Cumprimento da Operação Legalidade Máxima’

O deputado estadual Gilsinho Lopes (PR) abriu as portas de seu gabinete, na Assembleia Legislativa, na tarde de segunda-feira (25/07), e recebeu representantes das diversas classes da categoria de policiais civis. Em sua página no Facebook, o parlamentar postou uma mensagem e uma foto ao lado dos dirigentes classistas, segurando a versão final e impressa da Cartilha de Orientações no Cumprimento da Operação Legalidade Máxima, principal ferramenta das entidades na propaganda de reivindicação salarial junto ao governo do Estado.


No texto, Gilsinho Lopes, que é delegado de Polícia licenciado, destaca a Cartilha de Orientações no Cumprimento da Operação Legalidade Máxima, concebida pelo presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia, Rodolfo Queiroz Laterza, e corroborada pelos demais presidentes de entidades.
Diferente do presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa, Euclério Sampaio, na nota que postou em sua página, o deputado Gilsinho Lopes não se posiciona de maneira enfática se é contra ou a favor da 'Cartilha', mas aceitou ser fotografado ao lado dos dirigentes de classe segurando um prospecto de propaganda dos policiais. Em entrevista ao Blog do Elimar Côrtes, Euclério Sampaio defendeu as reivindicações dos policiais, exceto o ponto que agride as outras instituições de segurança pública, sobretudo à Polícia Militar.

Já Gilsinho Lopes diz apenas que os dirigentes de classe garantem que a ‘Cartilha’ – embora recheada de procedimentos “jurídicos” determinando a forma como delegados e demais policiais civis devem proceder diante uma ocorrência policial entregue numa delegacia – tem o condão de fazer cumprir o que está na legislação brasileira.

“Em reunião com os Representantes da Polícia Civil. Em pauta: a Cartilha de Orientações no Cumprimento da Operação Legalidade Máxima. Os Representantes esclareceram que não têm nada contra os outros órgãos de Segurança Pública, mas que a categoria preza pelo cumprimento do que está na lei.”

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger