DESVIO DE FUNÇÃO, DOAÇÃO DE GRANITOS, CRIMES CONTRA O MEIO AMBIENTE DENTRO DO PRÓPRIO QUARTEL: IPM vai investigar denúncias de irregularidades no 2º Batalhão

 A 2ª Promotoria de Justiça Junto à Auditoria Militar do Estado do Espírito Santo requisitou ao Comando Geral da PM a instauração de um Inquérito Policial Militar (IPM) para investigar supostas irregularidades que estariam sendo cometidas no âmbito do 2º Batalhão da PM (Nova Venécia). Uma delas tem como base reportagem postada neste blog no último sábado (17/12), que mostra policiais militares trabalhando em desvio de função – capinando e limpando terreno e reformando a Residência Oficial do Comando da unidade.

Outras irregularidades, consideradas ainda até mais graves e que chegaram ao conhecimento do Ministério Público Militar, dão conta de que a reforma da residência estaria sendo realizada com materiais doados por empresários da Região Noroeste do Espírito Santo. A Residência Oficial do Comando do 2º BPM ganhou um espaço gourmet, que levou vários meses para ser construído. A construção do espaço foi feita por equipes de seis a oito policiais militares.

De acordo com informações que estão de posse do Comando Geral da PM e da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Assembleia Legislativa, donos de empresas da Região Noroestes estariam doando “grande quantidade de granito” para a Residência Oficial do Comando do 2º BPM, que fica anexo ao Quartel da unidade.

Também vai ser investigada a derrubada de árvores localizadas dentro do terreno onde está o quartel do 2º BPM. As árvores,  pertencentes a uma reserva da Fazenda Pública Estadual, foram derrubadas sem qualquer autorização de órgãos públicos do meio ambiente. Teriam sido derrubadas por ordem do comandante do 2º BPM, tenente-coronel Sebastião Aleixo Santos Batista, para a construção de uma rua no local. De acordo com informações, a área verde desbastada fica atrás do antigo canil do Batalhão.

O planejamento do Comando Geral é de que a partir desta segunda-feira (19/12) uma equipe da Corregedoria Geral da PM viaje para Nova Venécia a fim de iniciar as investigações, como a coleta de depoimentos de praças e oficiais, empresários, políticos e do comandante do 2º BPM, tenente-coronel Sebastião Aleixo Santos Batista. As investigações serão acompanhadas pela 2ª Promotoria de Justiça Junto à Auditoria Militar.

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger