AUTOR DA LEI, DEPUTADO DA EDUCAÇÃO IGNORA HISTÓRICO DE VIOLÊNCIA, USO DE DROGAS E SEXO EM BAILES FUNKS DA GRANDE VITÓRIA: Governador sanciona lei que institui o Dia Estadual do Funk no Espírito Santo

O governador Paulo Hartung (PMDB) sancionou a Lei 10.616/ES, que institui o Dia Estadual do Funk no calendário oficial do Estado do Espírito Santo. Publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (29/12), a lei, de autoria do deputado estadual Sergio Majeski (PSDB), que se auto proclama defensor da educação,  determina que a data será celebrada todo dia 30 de junho. A lei já está em vigor.

O projeto de lei deu entrada na Assembleia Legislativa no dia 1º de julho de 2016. Foi aprovada em dezembro pelo Plenário. Na justificativa, o deputado Sérgio  Majeski cita uma série de argumentos para homenagear o funk e seus adeptos, menos o ponto crucial: a violência proporcionada pela maioria dos frequentadores de bailes funks no Espírito Santo.

No noticiário policial, é comum a existência de tiroteios dentro e fora de bailes funks, com jovens sendo assassinados quase que diariamente. Assim como é normal também a venda de drogas e a prática de sexos e outros atos libidinosos nos bailes funks. Claro, argumentos que o deputado da educação desconhece ou preferiu não levar em consideração.

Diz Sérgio Majeski que, historicamente ligado às periferias brasileiras, “o funk tem ultrapassado as barreiras invisíveis das favelas e ganhado força como movimento cultural no País. Entretanto, ainda é alvo de preconceito e discriminação por parcela da sociedade.”

Segundo ele, “buscando ampliar o debate sobre a importância desse movimento”, no dia 30 de junho de 2016 foi realizada por Majeski uma audiência com o tema  “Funk como manifestação cultural”, na sede da Assembleia Legislativa. O parlamentar propôs o debate após ser procurado por integrantes do movimento funk e membros das comunidades onde “a cultura” está presente, “entendendo que esse gênero musical tem a capacidade de se tornar um condutor da paz nas comunidades em que insere, já que entre outros benefícios, gera emprego e renda nesses locais.”

Ele prossegue: “Apontamos que tramita nesta Casa o Projeto de Lei nº 198/2016”, de autoria do próprio Majeski, “que reconhece o funk como forma de manifestação cultural e dá outras providências”, em consonância ao PL 4124/2008 apresentado na Câmara Federal. Buscando ampliar o debate sobre a importância do tema, após reivindicação dos presentes na audiência realizada - a primeira audiência pública sobre o tema na Assembleia Legislativa do Estado do Espírito Santo -, propomos que seja instituído o Dia Estadual do Funk, a ser comemorado no dia 30 de junho de cada ano.”

Segundo ele, ao definir o dia 30 de junho como o Dia Estadual do Funk, o “projeto de lei pretende reconhecer que essa legítima manifestação cultural e musical de caráter popular é digna do zelo do Poder Público.”

Hartung também sanciona leis que criam o Dia dos Mórmons e o Dia da Reforma Protestante

Para manter seu estilo, o governador Paulo Hartung também sancionou a Lei  10.615, que institui o Dia Estadual do Economista, a ser comemorado no dia 13 do mês de agosto; a Lei 10.617, que institui o Dia Estadual da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (Mórmons), a ser comemorado, anualmente, no dia 6 do mês de abril; e a Lei 10.618, do Dia da Reforma, a ser comemorado, anualmente, no dia 31 do mês de outubro. Segundo a lei, entende-se por Dia da Reforma (em alemão: Reformationstag) o dia celebrado pelos luteranos e pelas igrejas cristãs que tiveram sua origem, mesmo que distante, na Reforma Protestante iniciada por Martinho Lutero (Martin Luther), no dia 31 de outubro de 1517.

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger