“EU ME DESPEÇO DA GLORIOSA POLÍCIA MILITAR COM O CORAÇÃO APERTADO, MAS FELIZ E REALIZADO. PODEM CONTAR COMIGO SEMPRE, COMPANHEIROS": Ex-presidente da ACS/ES, Flávio Gava assume cargo de vereador em Barra de São Francisco

O ex-presidente da Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Espírito Santo (ACS/ES), cabo PM Flávio Gava de Oliveira, acaba de assumir o cargo de vereador na Câmara Municipal de Barra de São Francisco, localizado na Região Noroeste do Estado. Flávio Gava é do Partido Solidariedade (SD).

Nascido em 1º de novembro de 1976, Gava assumiu o posto na vaga do vereador Teco Ferreira (PSD), em solenidade administrativa ocorrida na manhã de terça-feira (28/03), após sessão ordinária da Câmara Municipal. Gava era segundo suplente de Coligação Amor, Reconstrução e Compromisso por Barra de São Francisco, durante a eleição municipal de 2016. O primeiro suplente da coligação, Lula Cozer (PSD), assumiu a primeira vaga, no lugar do vereador Juvenal Calixto Filho (SD), que também pediu licença do cargo.

“Com muita satisfação e alegria, venho comunicar a todos que nesta data assumi o mandato de vereador em Barra de São Francisco”, disse Gava.

A coligação dele elegeu, com os votos de todos os candidatos que dela participaram, três vereadores. Os dois mais votados, por motivos particulares, se licenciaram do cargo sem remuneração. Assim, proporcionaram aos suplentes assumirem os mandatos.

“Agradeço a Deus, aos familiares e amigos e ao deputado Enivaldo dos Anjos, enfim, a todos que me ajudaram a conquistar através do voto esta oportunidade. Trabalharei incessantemente no período em que estiver como vereador e buscarei com meu conhecimento e experiência na política o melhor possível para Barra de São Francisco. Tenho aqui meu domicílio eleitoral pelo meu vínculo político e familiar e estarei à disposição de todos para qualquer demanda”, afirmou Gava.

Em consequência da decisão de assumir o cargo de vereador, Gava está se despedindo do serviço ativo da PM, depois de 21 anos de serviços prestados. Por força do artigo 14 (“A soberania popular será exercida pelo sufrágio universal e pelo voto direto e secreto, com valor igual para todos, e, nos termos da lei, mediante...”), parágrafo 8º (“O militar alistável é elegível, atendidas as seguintes condições...”), inciso II (“se contar mais de dez anos de serviço, será agregado pela autoridade superior e, se eleito, passará automaticamente, no ato da diplomação, para a inatividade”), da Constituição Federal, Flávio Gava segue para a Reserva Remunerada, deixando para trás, segundo ele, a oportunidade de várias promoções futuras, “mas com muito orgulho de ter realizado o meu melhor nas funções que tive o orgulho de desempenhar”.

Ele diz mais e enumera as conquistas como líder de classe: “Sou o único francisquense a presidir a maior Associação de Policiais do Espírito Santo, que é a ACSPMBM/ES, que possui mais de 7 mil associados, entre praças e oficiais. Nesta função, eu e meus companheiros de Diretoria tivemos a coragem de enfrentar perseguições e as covardias em defesa dos nossos colegas, mesmo que para isso tivéssemos colocado nossa carreira e liberdade em risco. Tivemos muitas conquistas , dentre elas destacamos a Lei de Promoções que proporcionou mais de 12 mil promoções ao longo dos últimos anos; fim do CFS; subsídio em 2006, que ofereceu aos soldados até 70% de reajuste salarial na época;  e a indenização de fardamento que paga até hoje mais de 1 mil reais ano a cada militar estadual; dentre outras inúmeras conquistas”.

Gava entrou na PMES no concurso de março de 1995. Depois de formado no Curso de Formação de Soldados, foi destacado para o Batalhão de Trânsito, em Vitória, onde permaneceu por quatro anos. Depois foi transferido para o 6º Batalhão (Serra), onde ainda está lotado. Em 2003, foi eleito diretor Jurídico da Associação de Cabos e Soldados. “juntamente com os ilustres colegas liderados por Roberto Caetano e Josias da Vitória”, hoje deputado estadual.

Foi reeleito para o mesmo cargo em 2006; em 2009, já sobre a liderança do Jean Ramalho, foi empossado no cargo de 2º Tesoureiro. Já em 2012 foi eleito como presidente da entidade, mesmo ano em que também fui promovido a graduação de cabo PM:

“Foi no ano de 2012 que também conquistamos o maior número de promoções de uma só vez em toda a história da Polícia Militar do Espírito  Santo”, frisou Gava.

O agora vereador Flávio Gava faz questão de agradecer a todos os seus colegas de farda:

“Quero agradecer, de maneira muito especial, a cada um dos colegas policiais e bombeiros militares que tive o prazer de conviver ao longo destes últimos 21 anos. Tenho o sentimento de dever cumprido, nunca me faltou a coragem e o orgulho em ter tido a oportunidade de representá-los. Não viemos aqui para ser servidos e sim para servir aos outros. Podemos viver uma vida feliz, mas podemos ter uma vida ainda mais feliz fazendo os outros felizes. Portanto, continuarei firme e à disposição de todos. Eu me despeço da gloriosa Polícia Militar com o coração apertado, mas feliz e realizado. Podem contar comigo sempre, companheiros”.

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger