Secretaria de Controle e Transparência do Espírito Santo ganha prêmio nacional por ações de combate à corrupção

Referência no País na aplicação da Lei Anticorrupção, a Secretaria de Estado de Controle e Transparência (Secont) foi eleita a instituição pública mais lembrada do Brasil quando se fala em ações de combate à corrupção. O prêmio foi recebido pelo secretário Eugênio Ricas, que é delegado de Polícia Federal. O promotor de Justiça Marcelo Zenkner, do Ministério Público do Estado do Espírito Santo, também recebeu premiação “Top of Mind” na categoria de funcionários públicos.

A secretaria alcançou o primeiro lugar no prêmio “Top of Mind de Controle e Compliance”, realizado por voto popular on-line, na categoria entidades públicas, que elegeu o órgão público com a atuação mais relevante na área durante o ano de 2016.

O secretário da Secont, Eugênio Ricas, recebeu o prêmio em solenidade realizada na quinta-feira (11/05), em São Paulo, durante o 5º Congresso Internacional de Compliance, termo em inglês que é o conjunto de ações para se fazer cumprir as normas legais e regulamentares.

“Esse é um reconhecimento do trabalho que a Secont vem desenvolvendo. Somos o primeiro Estado a aplicar a Lei Anticorrupção, a criar uma estrutura administrativa para isso. Já temos 31 processos em andamento, 10 condenações. A premiação coroa todo esse esforço que vem sendo feito, voltado para a busca da integridade na gestão pública e o combate à corrupção”, afirmou Eugênio Ricas.

Ele ressaltou que o trabalho realizado pela Secont, tanto na investigação e punição em casos de corrupção como no Portal da Transparência – considerado nota 10 pelo Controladoria Geral da União –, atrai gestores de outros estados, que vêm conhecer os mecanismos utilizados no Espírito Santo para implantar em suas regiões.

Na categoria de funcionários públicos, o “Top of Mind” foi para o promotor de Justiça do Ministério Público Estadual (MP-ES) Marcelo Zenkner, que ficou à frente da Secont de janeiro de 2015 a abril de 2016.

Eugênio Ricas é formado pela Pontifícia Universidade Católica de Belo Horizonte/MG desde 1999. Foi delegado de Polícia Civil no Estado do Mato Grosso de 2002 a 2003, atuando no combate ao Crime Organizado. Em 2003, tomou posse como delegado de Polícia Federal e veio para o Espírito Santo, onde atuou no município de Vila Velha.
Ricas foi secretário de Justiça do Espírito Santo entre os anos de 2014 e 2016, quando assumiu a Secont. De lá pra cá, se mostrou implacável no combate a corrupção no Estado.

Defensor das políticas de ações que visam o com ate à corrupção e às organizações criminosas, o presidente do Sindicato dos Servidores Policiais Civis do Espírito Santo (Sindipol/ES), Jorge Emílio Leal, parabeniza o trabalho de toda Secont.

“Combater a corrupção é de extrema importância. Vivemos um momento onde essa situação é cada vez mais frequente no país, o que é lamentável. Gostaria de parabenizar o secretário e todos os demais membros da secretaria por essa premiação”, disse Jorge Emílio.

(Com informações dos portais da o Governo do Estado e Sindipol/ES) 

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger