Sindicato dos Inspetores Penitenciários do Espírito Santo contrata empresa para elaborar Plano de Carreira da categoria

O Sindicato dos Inspetores do Sistema Penitenciário do Estado (Sindaspes) contratou uma empresa especializada para elaborar o Plano de Carreira da categoria a ser apresentado aos associados para que, em junho, comece a ser debatido com o governo do Estado.


A primeira reunião entre a diretoria do Sindaspes e o diretor executivo da empresa Bravos Assessoria, César Albenes de Mendonça Cruz, ocorreu na terça-feira (09/05). Nela foram discutidos os principais tópicos que deverão ser elencados na proposta.

Albenes tem vasta experiência nas áreas de Políticas Públicas de Trabalho, com ênfase em temas, como: reestruturação produtiva, competências, formação profissional, trabalho, educação e qualificação profissional. Assessora Sindicatos e Movimentos Sociais na área de Formação Política no Espírito Santo. Exerce assessoria em Políticas Públicas, planejamentos de sindicatos e movimentos sociais.

O presidente do Sindaspes, Sóstenes Araújo, ressalta a importância dessa pauta, que demonstra compromisso com as causas da categoria e o comprometimento com aquilo que foi proposto à classe.

“O bom funcionamento e o sucesso das instituições estaduais públicas dependem do investimento na capacitação permanente e valorização de seus servidores e também em investimentos na infraestrutura administrativa, aumento do seu quadro de pessoal, implantando políticas públicas que atendam, no nosso caso, aos anseios dos Inspetores e do Sistema Penitenciário”, defendeu Araújo, que ainda explicou:

“Queremos um Plano de Carreira para a gestão de pessoas, claro, transparente, consistente e que desenvolva oportunidades objetivas, valorativas e contemplativas reais ao Inspetor, criando mecanismos para motivar, atrair, engajar e manter os profissionais no sistema, para que não precisem buscar fora outras oportunidades de trabalho, como acontece hoje, em função da desvalorização profissional e falta de incentivo”.

O diretor Jurídico do Sindaspes, Wilker Kaizer de Freitas, reforçou que, uma vez debatido com o governo e aprovado, o Plano de Carreira corrigirá um erro que sempre esteve presente na estrutura salarial da categoria, que é a falta de valorização do inspetor penitenciário no decorrer de sua vida profissional.

“O ganha hoje um inspetor com mais de 21 anos na função não é nem o salário inicial de muitos Inspetores em vários estados”, disse Wilker.

Segundo ele, antes mesmo de a atual diretoria do Sindaspes assumir, já firmava compromisso de “seriedade e determinação em buscar melhorias de condições de trabalho e salariais da categoria. Demonstramos isso quando da negociação das horas extras. Depois de árduas tratativas, foi concedida à categoria algo que sabemos não ser o ideal, porém, no momento de dificuldade com que passe o funcionalismo público atravessa, configura-se como um avanço”, citou o diretor Jurídico.

A diretoria do Sindaspes esclarece que tem conhecimento de que o debate que se aproxima com o governo não será fácil – tendo em vista o cenário econômico que atravessa o Estado e o País –, porém, não medirá esforços para que esse desiderato se concretize, visto que entende que já passou da hora de a categoria ter o reconhecimento que merece.

(Com informações do Portal do Sindaspes).

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger