LEGÍTIMO REPRESENTANTE DOS POLICIAIS CIVIS CAPIXABAS, SINDIPOL FAZ NOVA VISTORIA NO PÁTIO DE ALTEROSAS E CONSTATA O CAOS NA UNIDADE: Casal de cachorros vira-latas ajuda a vigiar veículos apreendidos pela polícia no Espírito Santo

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo (Sindipol/ES), Jorge Emílio Leal, voltou ao pátio de Alterosas no início deste mês. Por lá, o presidente constatou que a situação só está piorando. Cerca de 10 mil veículos estão amontoados no espaço. Vale ressalta que, por decisão do Superior de Justiça do Trabalho (SJT), o Sindipol é o legítimo representante de todos os policiais civis capixabas, incluídos aí delegados, investigadores, escrivães, peritos, médicos-legistas, agentes de Polícia, dentre outros. É em nome de toda a categoria que o Sindipol vem realizando inspeções nas unidades da Polícia Civil, denunciando o caos e sugerindo melhorias.

Segundo Jorge Emílio, no pátio de Alterosas faltam condições de trabalho. O pátio já não suporta a grande quantidade de veículos que chegam diariamente. Muitos já estão ocupando os espaços destinados ao setor administrativo da unidade.

O local conta somente com cinco policiais para atender os serviços de administração, vistoria, perícia, cadastramento e entrega de veículos. Com poucos policiais e apenas um vigilante tralhando dia e noite, criminosos estão invadindo o pátio de Alterosas para roubar peças de veículos.

O pátio tem uma área de aproximadamente 135.000 metros quadrados. Para proteger o terreno, os policiais contam com o apoio de dois importantes guerreiros: Pretinha e Feioso, dois cachorros. Os cães da raça vira-latas foram adotados pelos policiais civis e estão “quebrando galho” para proteger os veículos apreendidos ou recuperados pela polícia. Aliás, o auxílio do animal, que é melhor amigo do homem, na segurança de unidades policiais está se tornando uma tradição na Polícia Civil.

Durante a inspeção, o Sindipol/ES constatou que muitos veículos estão com combustíveis em seus tanques, um potencial risco de vida a todos os profissionais e cidadãos que frequentam o pátio de Alterosas. Para piorar, o local não possui hidrante e extintor de incêndio, a iluminação é precária e os policiais não possuem os equipamentos de proteção individual adequados.

Como se não bastasse, o ambiente é totalmente insalubre, por causa da poeira contínua misturada com cimento e com pó de minério, uma verdadeira escória que serviu de aterro para o pátio.
Sindipol/ES atuante

Desde o início do mandato, a atual diretoria do Sindipol/ES tem realizado inspeções sindicais por todo Estado. Em abril deste ano, diretores do Sindicato já tinham ido ao pátio de Alterosas e constatado as péssimas condições. No entanto, a Chefia de Polícia Civil afirmou na época que o local atende as normas legais de funcionamento.

Na luta por melhorias para toda categoria, o Sindipol/ES voltou ao local e novamente constatou que não há condições de trabalho para os policiais civis.  Assim sendo, a organização sindical encaminhou um ofício ao promotor de Justiça Cível de Vitória,  Marcelo Zenkner, para que as devidas providências sejam tomadas e uma tragédia já anunciada seja evitada.

“Vamos continuar lutando para que condições dignas de trabalho sejam proporcionadas aos nossos policiais civis. Já oficiamos todos os órgãos competentes e vamos seguir firmes para garantir os direitos e prerrogativas da categoria, para que possamos cada vez mais conseguir uma polícia civil eficaz e cidadã”, disse Jorge Emílio Leal.

(Com informações também do Portal do Sindipol/ES)

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger