“APESAR DAS DIFICULDADES, OS POLICIAIS CIVIS DESEMPENHAM COM MUITA BRAVURA SUAS ATIVIDADES”, DIZ JORGE EMÍLIO: Presidente do Sindipol cobra do governo política de valorização dos operadores de segurança pública

O presidente do Sindicato dos Servidores Policiais Civis do Estado do Espírito Santo (Sindipol), Jorge Emílio Leal, cobrou do governo do Estado a adoção urgente de uma política de valorização dos operadores de segurança pública. A cobrança foi feita na noite de quinta-feira (06/07), durante sessão solene da Assembleia Legislativa (Ales), em que a Casa Legislativa e o Sindipol prestaram homenagem à categoria, que tem um papel relevante para a segurança pública  capixaba.

Além de policiais civis da ativa e aposentados, também foram homenageadas autoridades que contribuíram com o crescimento da polícia capixaba. Em seu discurso, o presidente do Sindipol destacou a importância das pessoas homenageadas para a instituição Polícia Civil:

“Os condecorados aqui representam todos os policiais civis do Estado. Somos uma categoria, a categoria policial civil. São anos trabalhando pelo cidadão e para a sociedade sem políticas públicas que valorizem e respeitem a profissão. Gostaria de agradecer a todos que compareceram, nossos policiais, as autoridades, e todos os amigos do Sindipol/ES”.

Jorge Emílio Leal lembrou ainda em seu discurso que é para a Polícia Civil onde vão todos os casos de ocorrências policiais registrados no Estado. Mesmo assim, o governo do Estado não reconhece a importância da instituição, deixando de investir na melhoria da investigação – como a realização de concursos públicos para recompor o efetivo, que está defasado –, na aquisição de viaturas, armamento e na construção e ou reforma de delegacias, que se encontram, em grande parte, sucateadas tanto no aspecto material quanto humano:

“Recebemos demandas da Polícia Militar, da Polícia Rodoviária Federal, das Guardas Municipais, Guardas de Trânsito e eventualmente do Corpo de Bombeiros, além de trabalharmos com investigações que resultam em prisões de investigados e indiciados. É a Polícia Civil quem faz a captura de foragidos da Justiça, através da Superintendência de Polícia Prisional. Portanto, temos uma demanda muito grande. Por outro lado, o governo não reconhece a importância da Polícia Judiciária e continua trabalhando no sentido de desvalorizar ainda mais a categoria e a instituição”.

Jorge Emílio ressaltou que os policiais estavam contentes com a homenagem, mas cobrou mais valorização para a categoria. “Precisamos de uma política de Estado de valorização profissional, uma política que valoriza todos os operadores de segurança pública do Espírito Santo, para que, dentro de condições mínimas, possamos atender ainda mais a população. Apesar das dificuldades, os policiais desempenham com muita bravura suas atividades”, salientou o presidente do Sindipol.

Euclério lamenta ausência de representantes  do governo na homenagem e presidente da Assembleia Legislativa elogia os policiais

O proponente da solenidade da sessão de homenagem foi o deputado Euclério Sampaio (PDT), que lamentou a ausência de integrantes do primeiro escalão do Executivo Estadual no encontro e cobrou melhorias na infraestrutura das delegacias.

“Essa ausência de secretários mostra o desrespeito e a falta de consideração com a Polícia Civil. Não temos nada para comemorar: não está tendo reposição salarial, quem dirá aumento; as delegacias estão sucateadas e há contingenciamento até de combustível”, disse Euclério Sampaio.

Membro da Comissão de Segurança Pública da Ales, (assim como Euclério Sampaio), o deputado Josias Da Vitória (PDT) não pôde comparecer porque se recupera de dengue. Já o presidente da Comissão de Segurança, Gilsinho Lopes, que é policial civil aposentado, apesar de ter sido convidado para a solenidade, não compareceu e nem deu justificativa, segundo o cerimonial da Assembleia Legislativa.

Por sua vez, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Erick Musso (PMDB), fez questão de acompanhar toda a sessão de homenagem. Ele e o deputado Sandro Locutor (Pros) destacaram a importância do trabalho dos policiais civis, recordando, sobretudo, o momento crítico enfrentado pelo Estado, em fevereiro deste ano, com a paralisação dos policiais militares:

“Durante aquela manifestação de aquartelamento dos policiais militares, os policiais civis tomaram conta da segurança”, disse Sandro Locutor. “A Polícia Civil teve papel fundamental no período da paralisação da PM.  A Assembleia está aberta ao diálogo com vocês”, complementou o presidente da Casa.

Ex-secretário da Casa Civil elogia a Polícia e relembra os feitos do Estado Presente

Um dos homenageados com a medalha “Amigo do Sindipol” foi o secretário de Transporte, Trânsito e Infraestrutura Urbana de Vitória, Tyago Hoffmann. Ele, que foi secretário da Casa Civil na gestão do ex-governador Renato Casagrande (PSB), falou em nome dos homenageados e lembrou o trabalho que a Polícia Civil desempenhou dentro do programa Estado Presente.

“Ela (Polícia Civil) tornou-se uma das polícias que mais elucidavam crimes no Brasil, o que nos permitiu atingirmos índices altos de retirada de homicidas das ruas. Quando se investe na polícia, quando se dá condição de trabalho, ela dá resultado. Esse dia tem de marcar o dia de luta da valorização do Policial Civil”, apontou Tyago Hoffman.

"Um dos grandes méritos do Estado Presente se deve à sabedoria do ex-governador Renato Casagrande, que participava de todas as reuniões mensais para avaliar o Programa e cobrar resultados, e dos integrantes das Polícias Civil e Militar, além do sistema de Justiça, do Ministério Público e dos demais integrantes do projeto", completou Tyago Hoffman.

A Diretoria do Sindipol/ES agradeceu ao deputado Euclério Sampaio por ter proposto a homenagem e reforça que todos os policiais civis capixabas são dignos e merecem homenagens. Veja aqui mais Fotos da solenidade.

Lista dos homenageados

Mérito Policial

Hélio Martins
Roberto Luiz Avelino Pereira Filho
Leonece Barros
Themistocles Silva Barros
Jorge Araújo
Luiz Carlos Norbim Gomes
Márcio Coelho Rodrigues
Ricardo José da Silva
David Beirez
Walter Santana Lopes Júnior
Cladyson Régis Correa
Fabiana Maioral Foresto
Carmen Lúcia Lima V. de Mello
Rômulo Luiz Telles
André Gustavo Pereira Alves
Marcos Campos Conceição
Marco Aurélio Ferreira Oliveira
Gustavo Henrique Saúde de Oliveira

Amigo do Sindipol

Renato Casagrande (recebido por Álvaro Fajardo)
Alexandro Martins Costa
Guilherme Daré de Lima (recebido por Fabiana Maioral)
Tyago Hoffmann
Álvaro Rogério Duboc Fajardo
Euclério Sampaio
Sandro Locutor
Erick Musso

Mérito Sindical

Euclério Sampaio
Jânio Jacinto Araújo
Maria Helena Cota Vasconcelos
Rodrigo Santos Nascimento

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger