“COMO HOMENAGEAR ALGUÉM QUE INDIRETAMENTE DESTRUIU A INSTITUIÇÃO CHAMADA POLÍCIA MILITAR?”, INDAGA VEREADOR-MILITAR: Cabo Max questiona homenagem feita pela Câmara Municipal de Viana ao governador

O governador Paulo Hartung (PMDB) chegou com uma hora e 15 minutos de atraso à sessão solene em que foi homenageado pela Câmara Municipal de Viana, na tarde de domingo (23/07), e evitou passar por uma saia justa. O 1º secretário da Câmara, vereador Max Daibert de Castro Sales (PP), o Cabo Max, fez o discurso sobre a homenagem e disse que era totalmente contra conceder a “Comenda Heribaldo Lopes Balestrero” ao governador.

A sessão foi realizada como parte das comemorações ao 155º aniversário de emancipação política de Viana. Cabo Max disse discordar da homenagem por conta do “descaso” do governador com a Polícia Militar e lembrou o episódio do aquartelamento de fevereiro:

“Confesso que não entendi a escolha do governador para receber a Comenda. Como homenagear alguém que indiretamente destruiu a instituição chamada Polícia Militar? Como podemos homenagear alguém que se nega a dialogar com a classe de policiais militares? Como homenagear um governador que jogou a sociedade contra a instituição que a protege? Como homenagear alguém que descumpriu com a palavra? Ele (governador) disse que, tão logo os quartéis fossem liberados, negociaria reajuste com os policiais? Já se passaram 120 dias desde o fim do aquartelamento e o governador continua se recusando a conversar com a categoria. Como homenagear alguém que permite que seus policiais militares, que tanto contribuem para a redução da violência no Estado, tenham o pior salário do País?”, pontuou Cabo Max.

A solenidade começou às 16 horas. O governador Paulo Hartung chegou depois das 17h30. A Casa Militar do Governo  do Estado já havia detectado que o vereador Cabo Max iria fazer um discurso ofensivo ao governador. Por isso, sugeriu que Hartung chegasse depois da manifestação do vereador, que é cabo da Reserva Remunerada da Polícia Militar.

Ao chegar, Hartung foi convidado a sentar-se na mesa de autoridades. Convite foi aceito. Imediatamente, Cabo Max se retirou da mesa, local em que ele teria direito a promover por ser 1º Secretário da Câmara. O governador, porém, ficou ao lado de outras autoridades políticas, como o prefeito Gilson Daniel e o deputado federal Marcus Vicente (PP).

Em seu discurso, Cabo Max disse que concordava com a homenagem ao prefeito de Viana, Gilson Daniel, por ter contribuído com o desenvolvimento do município. Entretanto, fez críticas ao prefeito, apontando problemas enfrentados pela população, sobretudo, na área de saúde.

Ao iniciar, em seu discurso, menção a Paulo Hartung, Cabo Max foi interrompido por pessoas simpatizantes ao governador. “Vocês vão querer calar a palavra de um vereador?”, questionou Cabo Max em um dos momentos. Ao final de sua fala, ele foi aplaudido e vaiado ao mesmo tempo.

Governador cita crise financeira e se diz feliz pela homenagem

O governador Paulo Hartung, depois da homenagem, falou para o público. Disse que estava bastante feliz por ter recebido a “Comenda Heribaldo Lopes Balestrero” pelos 155 anos de emancipação política de Viana.

O governador abordou a crise financeira que o País atravessa e citou, por diversas vezes, a situação do Estado do Rio. Segundo ele, ao longo dos últimos anos, o Rio cometeu erros administrativos, assim como outros estados vêm cometendo. Para Hartung, quando a crise passar, vários estados vão ficar “colando os  cacos”, enquanto o Espírito Santo poderá colher bons frutos no futuro por estar fazendo bem o seu dever de casa.

Paulo Hartung não citou as críticas do vereador Cabo Max, mas disse que é “muito fácil administrar através dos discursos”. Segundo ele, quando o gestor assume a administração de um Estado, por exemplo, passa a conhecer as dificuldades de perto.

Hartung salientou  a importância da “Comenda Heribaldo Lopes Balestrero”  e frisou que agora terá pela frente uma carga maior de compromisso com o município de Viana. Hartung disse que se atrasou para chegar à Câmara de Vereadores de Viana porque passou o domingo em São Paulo. Só teve tempo de desembarcar no Aeroporto de Vitória, passar em casa e trocar de roupas para ir a Viana.

A Comenda Heribaldo Lopes Balestrero é concedida às personalidades que se destacaram por seus feitos em prol da cultura (literária, cinema, artes, esportes ou outras áreas correlatas) do município de Viana.

"Recebo a Comenda de uma pessoa que se dedicou à história e geografia. Sou um leitor permanente de história e biografias. Revisitando a história aprendemos muito ao reencontrar com desacertos, o que permite não repetirmos. Aprofundar-se na história é importante para humanidade. Venho celebrar e parabenizar a Câmara, que está fazendo homenagens pontuais, e parabenizo também o município por essa trajetória que está vivendo. Na vida pública, receber uma homenagem como esta é como recarregar as baterias e seguir trabalhando pelo Estado", destacou Paulo Hartung.


 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger