Polícias Militares do Espírito Santo, Bahia e Minas debatem estratégias e integração de Inteligência em Nova Venécia

O II Encontro de Gestores das Polícias Militares de Tríplice Divisa – Espírito Santo, Bahia e Minas Gerais –, realizado na quinta e sexta-feira – 27 e 28 de julho –, contou com a presença juristas, promotores de Justiça, oficiais e praças da PM, que lotaram o amplo auditório do Ifes, em Nova Venécia. A primeira edição no ano passado aconteceu em Porto Seguro (Bahia) e neste segundo encontro ficou decidido que o próximo será em julho do ano que vem em Minas Gerais. O objetivo maior é a troca de informações para qualificar a defesa das fronteiras dos três Estados.

Para o comandante do 2º BPM (Nova Venécia), tenente-coronel Sebastião Aleixo Santos Batista, mais uma vez o evento surtiu o efeito esperado e alcançou o objetivo de unir as PMs irmãs que atuam unidas no combate à criminalidade nas divisas dos três Estados.

“Diante do avanço da violência e da criminalidade na Tríplice Divisa dos Estados do Espírito Santo, Minas Gerais e Bahia, sobretudo nos crimes de tráfico de drogas, homicídios, roubos de veículos e de carga e a ameaça do ‘novo cangaço’, se faz necessária uma integração entre as Agências de Inteligência Policial Militar da Tríplice Divisa, para produzir conhecimentos eficientes, alinhar o modus operandi e subsidiar a tomada de decisões adequadas e seguras no planejamento de ações estratégicas essenciais ao enfrentamento dessas ameaças”, explicou o tenente-coronel Aleixo.

A Tríplice Divisa constitui-se de uma aliança entre as Polícias Militares da região limítrofe dos três Estados e teve início em 31 de julho de 2015 com a parceria firmada entre o 2º Batalhão da PMES, 24ª Companhia Independente da PM de Minas e a Companhia Independente de Policiamento Especializado na Mata Atlântica (Caema) CIPE/Mata Atlântica, na Bahia. Atualmente abrange todas as unidades dos três Estados.

O II Encontro de Gestores das Polícias Militares da Tríplice Divisa, com Enfoque na Estratégia e Integração da Inteligência Policial Militar, teve por escopo reunir suas polícias  visando compartilhar experiências entre si e as demais organizações públicas que possuem conhecimento no campo da Inteligência. Por consequência, fortalecer a articulação e o alinhamento estratégico interinstitucional dos envolvidos com as políticas públicas nacionais chanceladas pela Secretaria Nacional de Segurança Pública.

A empresária e moradora em Nova Venécia, Walcyr Navarro, que faz trabalho social com objetivo de diminuir a violência, participou das palestras e considerou o encontro importante, tanto que deveria ser feito também no sul do Estado.

“Assim, seremos referência para outras PMs na união de forças e troca de informação. A nossa comunidade sente mais segurança e aplaudimos a iniciativa”, disse a empresária Walcyr.

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger