segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

EM OUTUBRO, SINDIPOL/ES DIVULGOU NOTA COBRANDO A CONCESSÃO DO ABONO: Governo capixaba paga 1 mil reais de abono para os servidores públicos

O secretário de Estado da Fazenda do Espírito Santo, Bruno Funchal, anunciou na manhã desta sexta-feira (11/12) pagamento de abono para os mais de 90 mil servidores públicos do Executivo Estadual – ativos e inativos. Terão direito ao abono de R$ 1 mil policiais civis e militares, inspetores penitenciários e  todos os demais servidores públicos.

O pagamento, segundo Bruno Funchal, deverá entrar na conta bancária dos servidores civis e militares no dia 22 deste mês, quando estará sendo efetuado também o pagamento de dezembro. Em entrevista coletiva agorinha no Palácio Anchieta, o secretário da Fazenda explicou que o pagamento do abono está sendo possível porque o governo estava esperando o resultado da arrecadação de novembro. “Houve um crescimento de 14% na arrecadação de ICMS comparado com novembro do ano passado, o que possibilitou o pagamento do benefício”, disse Funchal.

O abono de Natal não era pago há três anos aos cerca de 90 mil servidores ativos e inativos do governo estadual. A última vez foi em 2014, na gestão do ex-governador Renato Casagrande (PSB). O valor do abono, na ocasião, foi de R$ 500,00.

Bruno Funchal disse ainda que o governo estará encaminhando ainda nesta segunda-feira à Assembleia Legislativa Projeto de Lei que cria o abono deste ano. Ele acredita que ainda esta semana o PL seja aprovado pelos deputados, pois deverá tramitar em regime de urgência.

“O pagamento do abono é uma forma de valorizar nossos servidores públicos, que têm sido vítimas da crise que abala todo o País”, disse o secretário Estadual da Fazenda.

Em outubro, Sindipol/ES divulgou nota cobrando a concessão do abono

No dia 16 de outubro deste ano, o Sindicato dos Servidores Policiais Civis (Sindipol/ES) divulgou nota em que dizia acreditar que o governo teria condições de conceder o abono em 2017. O Sindipol lembrou que os servidores estaduais do Espírito Santo não recebem abono desde 2014.

Para o Sindipol, o benefício pago pelo governo sempre no final do ano seria apenas um estímulo aos servidores públicos estaduais, “em especial para os policiais civis, que recebem um dos piores salários do Brasil, estão há anos sem revisão salarial, sobrecarregados de trabalho e ainda atuando em delegacias com condições precárias”.

No Espírito Santo, o governador Paulo Hartung foi a público dizer que o Estado é um dos poucos da Federação com as contas organizadas e em dia.

“Por isso, o Sindipol/ES acredita ser viável conceder o abono e vai reforçar o pedido para o pagamento esse ano. Além disso, vale ressaltar, que a concessão do abono é uma iniciativa que aqueceria a economia. O Sindipol/ES esclarece que os servidores capixabas estão há quatro anos sofrendo para pagar suas contas por causa da crise financeira causada pela corrupção institucionalizada no país, e um dos reflexos é o achatamento salarial dos trabalhadores. Além disso, a falta de investimentos na Polícia Civil só potencializou e agravou ainda mais a crise para os policiais civis capixabas que trabalham em total estado de abandono. Por isso, para o Sindicato dos Policiais Civis, o abono seria uma forma de valorizar os profissionais que já foram bastante afetados pela ausência de políticas públicas estruturantes”.

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger