sexta-feira, 9 de março de 2018

ELES FORAM INCORPORADOS EM 2011 E TRABALHAM JUNTOS: Polícia Militar do Espírito Santo reconhece pela primeira vez o casamento entre dois soldados

Os soldados B.B.C. e G.M.F. se conheceram no Curso de Formação de Soldados da Polícia Militar do Espírito Santo em 2011. Da amizade, nasceu o amor; o amor acaba de se transformar em casamento. O Boletim Geral da PM de quinta-feira (08/03), quando se comemorou o Dia Internacional da Mulher, publicou a união homoafetiva dos dois militares, inclusive, com a alteração em seus nomes.

Agora casados, B. acrescentou ao seu nome o último sobrenome de G. – e vice-versa. É a primeira vez na história que dois militares do mesmo sexo de uma mesma corporação se casam em terras capixabas.

O casal foi incorporado à PMES em abril de 2011. Os dois soldados estão lotados na 11ª Companhia Independente, localizada em Viana. A união homoafetiva dos dois militares aconteceu na última sexta-feira (02/03)

Ao publicar a concretização da união homoafetiva dos dois soldados, o Comando da 11ª Companhia concedeu a B. e a G.   o direito a oito dias de dispensa.

A Polícia Militar do Espírito Santo é pioneira no reconhecimento da união homoafetiva dentro da tropa. Em agosto de 2011, o Comando Geral publicou o reconhecimento da união estável homoafetiva de um policial militar da Corporação com um comerciário. Logo em seguida, os dois se casaram, numa cerimônia religiosa realizada na sede social da Associação dos Cabos e Soldados da PM e do Corpo de Bombeiros, em Jardim Camburi, Vitória. O militar, agora na reserva, e o comerciário vivem juntos.

Em janeiro de 2012, a PM capixaba também reconheceu a união homoafetiva de um sargento gay com um técnico em segurança. Na época, os dois já viviam juntos há nove anos.

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger