quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Quatro chapas disputam a eleição na Associação de Cabos e Soldados do Espírito Santo

Pelo menos quatro chapas foram homologadas e concorrerão aos cargos da Diretoria Executiva da Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do Estado do Espírito Santo (ACS/ES). Outros 25 militares concorrem para compor o Conselho Deliberativo da entidade. Uma novidade nesta eleição da ACS/ES é que a votação será eletrônica.

A votação para a escolha da nova Diretoria Executiva e Conselho Deliberativo da ACS/ES vai acontecer no dia 27 de setembro, a partir das 9 horas. A votação prosseguirá até as 17 horas.  A apuração acontecerá na sede administrativa da ACS, no bairro Joana D’Arc, em Vitória, a partir das 18h30. A ACS/ES criou um hotsite para os associados e o público em geral acompanharem o processo eleitoral e o resultado do pleito.

A Chapa 02 (União e Renovação) é composta por Robson Luiz Cesarino (presidente), Ariane Vieira Amorim de Medeiros Oliveira (vice presidente), Marcelo Lorenzini Rocha (1º Secretário), Roberto Daltio Coelho (2º Secretário),  Sandro de Paula Almeida (1º Tesoureiro) e Josinei Cassani (2º Tesoureiro).

Já para diretor Jurídico concorre Volmar Rodrigues de Lima; diretor de Pessoal, Gilcimar Monteiro dos Santos; e Leandro Lima Gomes para diretor Social e Relações Públicas.

A Chapa 9 (#União) tem como presidente Vinícius Godinho Pereira; vice-presidente, Ewerton Rodrigues Nascimento; 1º secretário, Wagner Guimarães Rocha; 2º secretário Noé da Matta Ribeiro; 1º Tesoureiro, Bruno Cesar Neiva Bastos; e 2º tesoureiro, Alessandro Moura Batista.

Ainda concorrem, pela Chapa 9, para diretor Jurídico, Wehbe Aride Prúcoli; Marcos Rodrigues de Oliveira para diretor de Pessoal; e Anderson Cesar de Azevedo para diretor Social e Relações Públicas.

A Chapa 17 (Representatividade com Atitude e Transparência) é formada por Jackson Eugênio Silote, que concorre para presidente da entidade; Felipe Gonçalves de Alvarenga (vice presidente); Ruy Barbosa Júnior (1º secretário); Henrique Caldeira Costa (2º secretário); Walter Ferreira Júnior (1º tesoureiro); Nilton Ferreira Goes (2º tesoureiro). O diretor Jurídico pela chapa 17 é o miliar Carlos Antônio Pereira dos Santos; o diretor de Pessoal é Mozart Siqueira de Oliveira; e o diretor Social e Relações públicas, Ted Candeias Silva.

A Chapa, 22 (Ninguém Fica para Trás) tem como opção de presidente Leonardo Fernandes Nascimento; vice-presidente, Vagno José de Freitas; 1º secretário, Thiago Bicalho do Amaral; Albison Jacoson Alvernas como 2º secretário; Fernando Pereira Baptista como 1º tesoureiro; e Gibson dos Santos Júnior como 2º tesoureiro. Fábio Silva de Souza como diretor Jurídico; Lorena Nascimento, na diretoria Pessoal; e Ronniery Vieira Peruggia na diretoria Social e Relações Públicas.

Conselho Deliberativo

Para o cargo de conselheiro da ACS/ES concorrem os militares: Anderson Cesar de Azevedo Teixeira, Angelo Teixeira de Siqueira, Antônio Carlos  Galett, Bruno Luiz Massolio Rosa, Dênis Friggi, Everson Teodoro dos Reis, Fábio José Rangel, Fabricio dos Santos Mota, Higor Lacerda da Cruz, Hilton Junior Vasconcelos, Jhonatan Lopes Teixeira, Jorge Elias Avelino, Jorge Luiz Carvalho Loureiro, José Barboza Valadares, Leonardo Verbeno Pereira, Marcelo Monteiro, Mário Roberto Pereira de Barcelos, Otávio Rodriguês Vernersbach, Pabro Costa Pacheco, Renato de Araújo Castiglioni, Rodrigo Bonadiman, Vitor Roepke, Walas Tavares de Souza, Willian Marques e Winícius Vieira dos Santos.

O atual presidente da ACS/ES, sargento PM Renato Martins Conceição, explica que a
 votação da eleição deste ano será exclusivamente eletrônica, com votos dos associados acolhidos pela internet, em locais específicos, definidos pela ACS/PMBM/ES conforme o documento "Locais de Votação", disponível no Portal da entidade na internet.

As urnas eletrônicas estarão disponibilizadas nos locais de votação em todo o Estado. A ACS adquiriu 50 tablets, que ficarão em poder dos mesários. Cada mesário terá uma senha, que será acionada a cada voto dado pelos associados em tempo real.

“Procuramos garantir uma votação mais segura, evitando, por exemplo, o tráfego das urnas pelas estradas capixabas. O resultado da votação será conhecido tão logo se encerre a votação”, explicou sargento Renato.

(Com informações também do Portal da ACS/ES) 

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger