quarta-feira, 10 de outubro de 2018

AGERDINE RIBEIRO FILMOU E PUBLICOU SEUS VOTOS EM REDE SOCIAL: Professor de Educação Física é denunciado pelo Ministério Público do Espírito Santo por violação do sigilo de voto em rede social

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo, por meio da Promotoria Eleitoral de Nova Venécia, acaba de apresentar a primeira denúncia contra um eleitor que, no pleito de domingo (07/10), quebrou o sigilo do voto, ao postar em uma rede social os nomes de candidatos para quem deu seus votos. O alvo é o professor de Educação Física Agerdine Ribeiro de Souza.

Na denúncia, o Ministério Público Eleitoral requer a condenação de dano moral coletivo em valor mínimo de R$ 5 mil e a suspensão dos direitos políticos de Agerdine Ribeiro.

Segundo os autos, o denunciado filmou e publicou os seus votos para governador e presidente da República na rede social Instagram, durante o horário em que estava ocorrendo a votação para as eleições gerais. Ainda de acordo com a denúncia, o número de seguidores do denunciado aumenta o potencial da divulgação de seus votos e da violação do sigilo.

No vídeo que consta em anexo, Agerdine Ribeiro filmou e publicou o voto dado ao candidato a governador Carlos Manato (PSL). Ato contínuo, filmou também o seu voto no candidato Jair Messias Bolsonaro (PSL). Agerdine também é servidor da Prefeitura de Nova Venécia,onde atua como vigia e trabalha ainda como personal trainer.

“Ressalte-se que o denunciado possui 3.311  na rede social Instagram, o que aumenta o potencial da divulgação de seus votos e da violação do sigilo. Da conduta, observa-se a vontade livre e consciente do denunciado violar o sigilo do seu voto a governador do Estado e a presidente da República, ou seja, violou o sigilo de dois votos”, diz a denúncia.

Leia aqui a íntegra da denúncia.


 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger