sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

Policiais militares são investigados pela acusação de dormir em serviço e negar socorro a morador agredido em Fundão

O comando da 2ª Companhia do 5º Batalhão da Polícia Militar do Espírito Santo (Aracruz) instaurou procedimento para apurar a conduta de dois policiais militares que estavam de plantão na sede do Destacamento Policial Militar (DPM) de Fundão, na madrugada de quinta-feira (03/01).

Os policiais, segundo denúncia, teriam se omitido no socorro de um homem que havia procurado o Destacamento, localizado na Rua Interventor Santos Neves, 105,  Centro, depois de sido violentamente agredido na rua.

O homem acabou sendo socorrido por uma  ambulância do Samu, acionada por outro homem que também teria batido em vão na porta do DPM. De acordo com a denúncia, os dois PMs de plantão estariam dormindo dentro do Destacamento e, por isso, não teriam atendido o homem agredido.

Um morador de Fundão passou pelo local e, ao ver a cena, tentou ajudar a vítima. Bateu na porta do DPM, mas não foi atendido. Esse mesmo morador filmou a cena, mostrando a vítima toda suja de sangue e caída na porta do DPM.

Imagens também mostram uma viatura parada no estacionamento do DPM. O ar condicionado do Destacamento também estava ligado, assim como as luzes. Em um determinado momento, porém, um PM fardado e descalço, abriu a porta do DPM, mas logo voltou a dormir.

Pela manhã, os dois policiais militares, antes da troca do plantão, lavaram os locais que ficaram manchados com o sangue do homem agredido, que, aquela altura, já havia sido socorrido pelo Samu e levado a um hospital local para ser medicado.

Com sinais de embriaguez, ele disse ter sido agredido por outros dois homens no centro de Fundão. A agressão sofrida pelo homem e a omissão de socorro por parte dos dois policiais já estão sendo investigados pela Delegacia de Polícia Civil de Fundão.

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger