terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Parceria com a comunidade e integração com as Polícias Militar e Civil reduzem em 41% o número de assassinatos na Serra em 2018

O ano de 2018 foi extremamente positivo para a segurança pública no município da Serra. Esta é a avaliação do secretário Municipal de Defesa Social, o coronel da Reserva Jailson Miranda, que destaca a diminuição do número de homicídios no ano que passou. Em 2018, foram 128 assassinatos a menos em relação ao ano de 2017, resultado de uma queda de 41%.

“Os números são históricos e tiraram a Serra do topo do ranking dos homicídios no Brasil, onde chegou a ser a segunda cidade mais violenta em 2008, para ficar próximo à 100ª posição”, destaca Miranda.

A taxa de homicídios por grupo de 100 mil habitantes caiu mais de 70% nos últimos 16 anos. De 105,3 em 2008, encerrou 2018 com uma taxa de 36,1 homicídios por 100 mil habitantes. Entre os destaques das estatísticas do ano está o mês de julho, com a marca histórica de nove homicídios, fato que não ocorria desde 1996.

Entre as razões da queda do número de homicídios, o coronel Miranda destaca os esforços desenvolvidos pelas Polícias Civil e Militar e Guarda Municipal que resultaram na prisão de homicidas contumazes e apreensão de armas e drogas.

“A Polícia Militar, por meio do 6º Batalhão e da 14ª Companhia Independente, e a Polícia Civi, tiveram papel fundamental para combater a impunidade, principal fator condicionante que leva aos altos índices de criminalidade”, disse o coronel Miranda.

Ele destaca a contribuição do município com a Rede de Promoção de Ambiente Seguros (REPAS), que permite maior celeridade das ações conjuntas das secretarias e Guarda Municipal em parcerias com outras instituições para promover ambiente e espaços urbanos seguros, garantir a ordem pública nas vertentes da tranquilidade, segurança e salubridade pública.

E tem sido na salubridade pública o melhor desempenho que o município vem dando na construção e apoio de uma melhor segurança pública através de suas secretarias e grupos de trabalho que compõem a Repas. Destaca-se o Monitoramento de Ocupações Irregulares; Fiscalização/repressão ao descarte Irregular de Resíduos Sólidos, Operação e Fiscalização em Bares, Boates e similares; Monitoramento e Repressão a Bailes clandestinos (Mandela, Funk etc.); Fiscalização e Postura a Ambulantes irregulares; Combate ao furto e roubo de veículos (Desmanche/Ferro Velhos); Fiscalização de Proteção Ambiental e Limpeza e Iluminação pública; Grupo de trabalho a Furto e Roubo de Comercio - Secretaria de Segurança Pública SESP;

A rede opera a partir de decisões do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), órgão coordenado diretamente pelo prefeito Audifax Barcelos e responsável pelas ações e projetos de promoção de ambientes seguros no município da Serra.

Além da queda nos homicídios, o secretário Miranda destaca outros números em 2018. De janeiro a novembro, foram apreendidas 422 armas de fogo, 286 detidos com mandados em aberto e 1281 veículos recuperados.

Foram registradas quedas nos números de roubos contra a pessoa (39,5%), roubo de estabelecimentos comerciais (33,8%), roubo de veículos (27,8%), roubo em transporte público (42%).

“Os dados confirmam que o município da Serra está no caminho certo integrando e comunitarizando a segurança pública”, finaliza Miranda.

Contribuição da Serra na redução dos Homicídios dolosos no Espírito Santo

No comparativo do nº de homicídios dolosos de 01 de janeiro a 30 de dezembro de 2018 em relação a 2017, o município da Serra se destaca por:

- Contribuir com 128 homicídios a menos quando comparado com 2017. Registrando 184 homicídios até esta data.

- Responsável por 68% da redução dos homicídios da RMGV, que registrou uma redução de 184 homicídios até esta data.

- Responsável por 42% da redução dos homicídios do ES, que registrou uma redução de 21,3% (299 homicídios) até esta data.

- Redução de 41% nos registros de homicídios do município em relação a 2017 e 32% em relação a 2016.

Serra conta com mais 63 guardas municipais

E para reforçar a segurança ainda mais, a partir deste mês de janeiro, o município da Serra passa a contar com mais 63 guardas-civis municipais. A  nomeação dos novos agentes foi anunciada pelo prefeito Audifax Barcelos no dia 18 de dezembro, durante a solenidade de formatura da 2ª Turma do Curso de Formação da Guarda Civil Municipal.

A cerimônia foi realizada na Primeira Igreja Batista de Laranjeiras e contou com a participação do comandante do 6º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Roberto Mauro da Rocha, do comandante da 14ª Companhia Independente da Polícia Militar, major Maximiliano Werneck de Souza, do promotor de Justiça Ronaldo Gonçalves de Assis, e de diversos membros do secretariado, dos poderes legislativos municipal e estadual e da sociedade civil.

O diretor da Academia de Polícia Civil do Estado do Espírito Santo (Acadepol), instituição que ministrou o curso, delegado Joel Lyrio Júnior, também esteve presente e destacou o empenho da administração municipal em investir na implantação da Guarda Municipal.

“Não são todos os gestores municipais que se preocupam com essa temática da segurança pública”, afirmou Joel Lyrio.

O secretário Jailson Miranda lembrou dos trabalhos desempenhados pelo município nessa área, que contribuíram para que o número de homicídios caísse 40% em relação ao ano passado.

“Hoje damos uma passo seguro no sentido do crescimento e do desenvolvimento do projeto mais ousado de segurança pública do nosso município: a Guarda Civil Municipal e a formatura de mais 63 agentes comunitários de segurança”, destacou o coronel Miranda.

(Com informações também do Portal da Prefeitura Municipal da Serra)

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger