domingo, 17 de março de 2019

Agora como deputado, Delegado Danilo Bahiense vai ver de perto as condições precárias do DML, que ele chefiou de janeiro de 2015 até julho de 2018

Quando foi chefe da Superintendência de Polícia Técnico-Científica da Polícia Civil (SPTC) do Espírito Santo, o então delegado Danilo Bahiense realizou, em 12 meses, 39 mutirões para a emissão de Carteira de Identidade. Entre 22 de julho de 2017 e 28 de junho de 2018, foram emitidas 15 mil Carteiras de Identidade nos mutirões.

Quando foi chefe da SPTC, o então delegado Danilo Bahiense promoveu uma série de mutirões para a realização de exames de balísticas em armas apreendidas e que supostamente foram usadas em crimes. Resultado positivo, pois ajudou o Ministério  Público Estadual a denunciar dezenas de autores de homicídios.

Quando foi chefe da SPTC, o então delegado Danilo Bahiense não conseguiu dar muita atenção para o Departamento Médico Legal (DML). Resultado: a unidade está sucateada, precárias e corre risco de contaminar seus próprios servidores.

Danilo Bahiense assumiu o comando da SPTC em 16 de janeiro de 2015. Em 5 de julho de 2018, ele foi localizado como delegado-adjunto na Delegacia Regional de Vitória. Em 7 de outubro de 2018, foi eleito deputado estadual com 36.064, pelo PSL.

Adotou nome político de Delegado Danilo Bahiense e hoje é presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Espírito Santo. Como presidente da Comissão, o agora deputado decidiu fazer uma visita ao DML de Vitória. Decisão tomada após mais uma  denúncia do Sindicato dos Servidores Policiais Civis do Espírito Santo (Sindipol), sobre falta de estrutura na unidade. O Delegado Danilo Bahiense foi o único parlamentar a fazer a “visita técnica” ao local que ele já conhecia há muito tempo e, como chefe, desde janeiro de 2015.

Visita técnica acompanhada por dirigentes do Sindipol, como seu presidente, Jorge Emílio Leal, e o diretor Financeiro, Aloísio Fajardo. Em entrevista ao Portal de Notícias ES Hoje, Danilo disse que visitas já foram feitas aos Serviços Médicos Legais (SMLs) de Colatina e Linhares. Diga-se de passagem, que ele também foi chefe entre janeiro de 2015 e meados de 2018.

“A precariedade aqui (DML de Vitória) é muito grande. Nós sabemos que o problema de efetivo é monstruoso. Algumas instalações precisam de muitos ajustes e reformas. O funcionamento do próprio DML é muito sacrificado devido a demandas que nós entendemos desnecessárias. Tudo isso vai ser feito a título de indicação ao Governo do Estado ou até mesmo com a apresentação de projetos de lei”, disse o deputado Delegado Danilo Bahiense.

Ainda em declarações ao ES Hoje, Danilo Bahiense foi no mínimo deselegante com seus colegas de profissão, Euclério Sampaio e Gilsinho Lopes, ao dizer que somente agora, com sua eleição, a Polícia Civil tem voz no Legislativo Estadual:

“O principal objetivo dessa visita técnica é auxiliar e melhorar o funcionamento do departamento, para que a gente possa atender com melhor humanidade a toda sociedade capixaba. Eu trabalhei 33 anos na Polícia Civil e naquele momento não tínhamos voz na Assembleia Legislativa. Agora nós temos voz e com certeza vamos brigar por melhorias”.

Sindipol agradece visita técnica feita pelo deputado Danilo Bahiense ao DML

O presidente do Sindipol, Jorge Emílio Leal, agradeceu a iniciativa do presidente da Comissão de Segurança Pública, Delegado Danilo  Bahiense, em realizar a visita técnica ao DML:

“No governo passado (Paulo Hartung) fizemos dezenas de denúncias. E nada foi feito pelo governo. Há vários problemas a serem sanados. Louvamos e agradecemos ao doutor Danilo Bahiense em fazer essa vistoria em nome da Comissão de Segurança. Temos certeza que, com a ajuda do deputado Danilo, o  Estado vai encontrar uma solução para as precariedades do DML e de outras unidades da Polícia Civil”, disse Jorge Emílio.

Nota do Blogueiro:


Ficam algumas indagações a respeito da visita técnica do do presidente da Comissão de Segurança Pública, Delegado Danilo  Bahiense, em realizar a visita técnica ao DML : será que só agora, com o cargo de deputado, o Delegado Danilo Bahiense tomou conhecimento das condições precárias do DML de Vitória? Enquanto ele foi chefe da SPTC e, por conseguinte, de todas as unidades da Superintendência, inclusive o DML, ele não checou essas precariedades do setor?

Outra indagação: será que só agora a Polícia Civil tem voz na Assembleia Legislativa, como diz Danilo em entrevista ao ES Hoje? O que dizer do ex-deputado Estadual Gilsinho Lopes, que sempre foi um dos fortes defensores a instituição e sempre lutou por melhorias na PCES?

O que dizer do bravo e guerreiro deputado  estadual Euclério Sampaio, Investigador de Polícia Civil aposentado, que, como parlamentar, sempre defendeu e lutou em favor da instituição e de seus profissionais?

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger