sexta-feira, 5 de abril de 2019

Policial civil aposentado é condenado a mais de 14 anos por cobrar 3 mil reais para investigar assassinato no Espírito Santo

O investigador de Polícia Civil aposentado Marcos Antônio Belique foi condenado a uma pena de 14 anos, 10 meses e 20 dias de reclusão pela acusação de corrupção. Na mesma sentença, o juiz da 1ª Vara Criminal de Aracruz, Tiago Favaro Camata, determinou a prisão imediata de Belique e a perda da função pública. Como já está aposentado, o policial teve cassada a aposentadoria.

Belique já se encontra preso, também por decisão do magistrado, numa Penitenciária de Segurança Média, sob administração da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus). Ele foi preso por agentes da Corregedoria Geral de Polícia Civil na terça-feira (02/04), data em que a sentença foi proferida.

De acordo com os autos de número 0006017-50.2014.8.08.0006, o Ministério Público do Estado do Espírito Santo informa na denúncia que no ano de 2008, Belique solicitou (e recebeu), em razão de seu cargo de investigador de Polícia Civil, vantagem indevida.

Cita o MPES que no dia 7 de setembro de 2008, foi encontrado em Aracruz o corpo de Ailton Souza Santos, vítima de homicídio. Consta ainda que, no ano de 2008, uma irmã de Ailton, esteve na Delegacia de Polícia de Aracruz para prestar depoimento sobre os fatos, quando foi abordada por Belique, que solicitou R$ 3.000,00 para 'fazer o levantamento do caso do seu irmão'.

Segundo se extrai dos autos, a moça conversou com seus irmãos, cunhados e cunhadas e acordaram e contratar os serviços do policial Belique, sendo que um cunhado dela entregou, em mãos, R$ 3.600,00  ao policial, num sítio da família, tendo pedido ainda recibo a Belique, o qual disse que não poderia, pois era funcionário público e 'complicaria sua vida'.

Embora os fatos tivessem ocorrido em 2008, o policial civil foi denunciado somente em julho de 2014. Em março do ano seguinte, a denúncia foi acolhida pela Justiça.

A sentença condenatória foi proferida na última terça-feira (02/04).

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger